O aeroporto

Dados e Informações

Voltar

A Inframerica assumiu a administração do Aeroporto de Brasília em 2012, após a primeira rodada de concessões aeroportuárias do governo federal. À época, o Consórcio deu início às primeiras grandes obras de reforma e ampliação do Aeroporto. Foram iniciadas as construções dos píeres Norte e Sul do Terminal, garantindo um aumento no número de portões de embarque e uma expansão da  área útil.

As melhorias e principais estruturas desta etapa foram entregues em maio de 2014, após 18 meses de obras ininterruptas sem suspensão das operações no Terminal.

O Aeroporto de Brasília se consolidou como o 3º maior do Brasil em movimentação de passageiros e o maior hub doméstico do país, com capacidade para receber até 21 milhões de viajantes por ano. 

A capacidade de pista aumentou e é hoje a maior do país, podendo operar até um voo por minuto. Além disso, o aeródromo é o único da América do Sul a operar pistas paralelas simultâneas independentes. Ou seja, só no Terminal brasiliense aviões podem pousar e decolar ao mesmo tempo em ambas as pistas.

Mas o crescimento não foi apenas estrutural. Serviços melhoraram, opções comerciais aumentaram e se diversificaram e o Aeroporto tem se tornado em um exemplo de modernidade e eficiência aérea.

Com investimentos contínuos em tecnologia e segurança, a Inframerica busca melhorar cada vez mais a experiência de todos. 

Clique aqui e veja os 60 anos de histórias do Aeroporto de Brasília.

"As conquistas e as posições que o Terminal vem apresentando durante os anos de concessão, confirmam que o investimento em um projeto audacioso está seguindo o objetivo planejado. A Inframerica acreditou no potencial do Aeroporto e está transformando o espaço em um dos mais modernos do país"

- Daniel Ketchibachian, Presidente Inframerica.

 

O Aeroporto de Brasília é o...

  • 3º maior do país (em movimentação internacional de passageiros)
     
  • Terminal com a maior capacidade de pista do Brasil
     
  • Terminal com a melhor Sala VIP da América Latina - segundo ranking da Priority Pass
     
  • Único da América do Sul a operar pistas paralelas simultâneas independentes

 

A concessão

  • Início em 1º de dezembro de 2012
     
  • Contrato de 25 anos
     
  • Investimento total previsto de R$ 2,85 bilhões
     
  • Investimento de R$ 1,7 bilhão (dezembro de 2017)
     
  • Capacidade de passageiros/ano prevista para 41 milhões até a última fase

 

O Terminal em números (2017)

  • 12.385 pousos e decolagens por mês ou 412 por dia, em média
     
  • 148.619 movimentações no ano
     
  • Média de 46 mil passageiros/dia  - Embarques (27,8%), Desembarques (28,2%) e Conexões (44%)
     
  • 466 mil passageiros internacionais no ano
     
  • 7,1 milhões de passageiros em conexão
     
  • 17 milhões de passageiros no total

 

Informações Gerais

Píer Sul

Píer Norte

17 meses de obras (início em dezembro de 2012 e término em abril de 2014)

12 meses de obras (início em maio de 2013 e término em maio de 2014)

40 mil m²

25 mil m²

10 pontes de embarque

8 pontes de embarque

3 conjuntos de esteiras rolantes, cobrindo 144m de extensão, e 2 pares no Conector - estrutura que liga o corpo central ao Píer Sul -, cobrindo 96m de extensão

2 conjuntos de esteiras rolantes , cobrindo 92m de extensão

11 pontos comerciais

11 pontos comerciais

Salas VIP

Sala VIP Doméstica de 1.500m² [em operação desde março de 2014]

Sala VIP Internacional [concluída em agosto de 2015]

Pistas

2 pistas paralelas de 3.200m x 45m (11L/29R) e 3.300m x 45m (11R/29L)

Categoria do Aeroporto

Categoria E - habilitado para operar com aeronaves do tipo 777-200

Área de Pátio de Aeronaves

300 mil m²

Terminal de Passageiros 1

110 mil m²

Terminal de Passageiros 2

3.300 m²

Posições remotas de Aeronaves

41 posições

Pontes de Embarque

29 fingers (TPS 1)

Esteiras para Restituição de Bagagem

12 novas - 7 inclinadas (Desembarque Doméstico) e 5 planas (Desembarque Internacional)

Estabelecimentos Comerciais

120 pontos comerciais em funcionamento

Estacionamento

3.300 vagas no total

IATA/ICAO

BSB/SBBR

 

*Informações atualizadas em janeiro de 2017.