Notícias

Veja mais notícias

NOVA CÂMERA TERMOGRÁFICA AUTOMÁTICA

Os passageiros que desembarcarem no Aeroporto de Brasília em voos domésticos agora terão a temperatura aferida automaticamente, logo na saída do desembarque doméstico, por uma solução termográfica instalada pela Johnson Controls. A empresa visa tornar os espaços mais inteligentes e auxilia a Inframerica na implementação de processos inovadores para a retomada dos voos. Antes dessa solução, a aferição da temperatura no desembarque era feita manualmente pelos bombeiros de aeródromo.

A câmera pode processar dados de 30 pessoas simultaneamente, detectando, inclusive, se estão  usando máscara de proteção facial. As informações são enviadas imediatamente ao Centro de Controle  Operacional da Inframérica e os passageiros podem conferir sua temperatura em uma tela disponível  na  área.

O sistema dispara um alarme na sala de controle se alguém for identificado com temperatura corporal  acima de 37ºC. Nesse caso, o usuário é orientado a ir ao Posto Médico do aeroporto. E, se for preciso,  é encaminhado para um hospital para a realização de exames.

A aplicação das medidas sanitárias adotadas pelo Aeroporto de Brasília é fundamental para conter o  aumento do contágio da Covid-19. E a automatização é um modo de agilizar o processo e garantir mais  tranquilidade para o usuário na hora de voar. O Aeroporto de Brasília foi o primeiro terminal aéreo do  país a oferecer um serviço como esse.

Na retomada das operações, o aeroporto também adotou o distanciamento em filas, mesas e cadeiras, a disponibilização de álcool em gel, a higienização do terminal com produtos sanitários utilizados para desinfecção de UTIs, além de informativos.

Por conta destas ações que a concessionária vem adotando, o terminal foi reconhecido internacionalmente pelo Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International - ACI), que credenciou o aeroporto brasiliense com a Airport Health Accreditation (AHA), certificação de boas práticas em medidas sanitárias.