O aeroporto

A Inframerica

Voltar

Controlada pela Corporación América S/A, a Inframerica é a atual administradora dos Aeroportos de Brasília e Natal. Uma das maiores operadoras aeroportuárias do mundo, a holding argentina tem ampla experiência no setor com dezenas de concessões pela América Latina e Europa, além de atuar em mercados altamente competitivos como os setores de agroindústria, energia, infraestrutura e tecnologia, entre outros.

Com todo o know how na área de Aeroportos, a Corporación integrou o Consórcio Inframerica com o objetivo de disputar as concessões dos Terminais aéreos brasileiros.

Em agosto de 2011, vitoriosa no 1º leilão de concessões do país, a Inframerica passou a ser responsável pela construção, manutenção e exploração do Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante, na região metropolitana de Natal, por um período de 28 anos, tornando-o o 1º Aeroporto brasileiro 100% privatizado.  

Quase seis meses depois, em um novo leilão realizado no início de 2012, o Consórcio arrematou também o Aeroporto Internacional de Brasília - Presidente Juscelino Kubitscheck, onde detém 51% de participação na concessão para operar, reformar e ampliar o sítio aeroportuário brasiliense por 25 anos.

Diferentemente do Terminal potiguar, em Brasília, a Infraero é sócia da Inframerica e mantém 49% de participação na concessão.

Nos quatro primeiros anos (de 2012 a 2015), a Inframerica já investiu mais de R$2 bilhões nos dois Aeroportos, aumentando a capacidade, o conforto e a eficiência destes importantes Terminais aéreos brasileiros.